terça-feira, 31 de março de 2015

Crise do ensino paulista em pauta

Segundo um dos boletins do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), “o governo estadual de São Paulo diz que não há greve de professores. O nervosismo do governador e a forma como vem tratando o movimento e a entidade, entretanto, demonstram o contrário e confirmam o que nós, professores e professoras, vemos diariamente nas escolas: a greve está crescendo em todo o estado”.

Iniciada no dia 13 de março, quando a categoria se reuniu no vão livre do Masp e votou pelo início da paralisação, a greve da educação não tem tido a cobertura da mídia e é tratada com pouco caso pelo governo.

Representando 230 mil professores(as) em todo o estado, a Apeoesp luta por aumento salarial de 75,33%, para equiparação com as demais categorias com formação de nível superior, como determina a meta 17 do Plano Nacional de Educação (PNE).

O programa entrevistaFPA deu voz à categoria em entrevista com a presidenta do sindicato, Maria Izabel Azevedo Noronha, a Bebel.


entrevistaFPA
O programa entrevistaFPA é composto por quatro blocos de 15 minutos, sendo que o último bloco conta com perguntas enviadas pelos internautas.


Acompanhe no Canal da FPA no Youtube a íntegra da entrevista com a Bebel e outras entrevistas anteriores.

3 comentários:

  1. Não consegui encontrar o video, vocês podem deixar o link, por gentileza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lídia! Aí está o link.

      https://www.youtube.com/watch?v=oiBNLXE10Yo

      Excluir